Concurso PMERJ
Seja bem vindo!

RESUMÃO DE GEOGRAFIA !

Ir em baixo

RESUMÃO DE GEOGRAFIA !  Empty RESUMÃO DE GEOGRAFIA !

Mensagem por johnnypqd em Qua 23 Jul 2014 - 21:42

RESUMO DE GEOGRAFIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO


O estado do Rio de Janeiro é o menor estado da região Sudeste e o terceiro menor do país, possui uma área aproximada de 43 mil quilômetros quadrados o que representa 0,51% do território nacional e faz fronteira com todos os demais estados da Região. Limita-se ao norte e a noroeste com o estado de Minas Gerais, a nordeste com o Espírito Santo, ao sul e a leste com o Oceano Atlântico e a oeste com São Paulo. Atualmente o estado é dividido politicamente em 92 municípios.


Uma das principais características presentes em todo o estado é existência de importantes ecossistemas como a Mata atlântica, manguezais, restingas (cordões de areia) e várzeas entre outros. Também a integração da sociedade fluminense com a natureza é bastante notória, através da exploração dos recursos como a pesca, o petróleo e a utilização do litoral para o turismo, que é o terceiro mais extenso do país com 636 quilômetros de extensão.


Em 1987 foi criada a Lei nº 1227 que passou a vigorar em 1988, dividindo o estado em 8 regiões do governo, sendo: Região Metropolitana, das Baixadas Litorâneas, do Médio Vale Paraíba do Sul, da Costa Verde, Norte Fluminense, Centro-Sul Fluminense, Serrana e Noroeste Fluminense.


A Região Metropolitana é a mais importante das regiões, tanto pelo enorme peso na economia estadual quanto pela quantidade de pessoas que moram nela. Representa 15% do território do estado onde vivem aproximadamente 80% da população fluminense, razão pela qual ocorre alta densidade demográfica, que é a quantidade de habitantes por quilômetro quadrado. Nesta região encontramos grandes cidades do estado, como a Capital que é o maior destino turístico do país, São Gonçalo, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Belford Roxo e Niterói entre outras.


Uma das características marcantes é o grande movimento de pessoas entre as cidades da região, o que caracteriza a migração pendular, pessoas que moram numa cidade e trabalham ou estudam em outra cidade. Possui comércio e prestação de serviços muito desenvolvidos, e relevos que combinam baixadas ou planícies com áreas acidentadas. Na capital situam-se importantes maciços, entre eles o da Tijuca e o maciço da Pedra Branca, que é considerado o de maior altitude com 1024 metros.


Também encontramos importantes Lagoas como a Rodrigo de Freitas, da Tijuca e de Jacarepaguá. Uma das características marcantes da região são as paisagens que mostram grandes diferenças sociais, a ocupação irregular de morros e encostas e os problemas de poluição e deficiência no sistema de transporte urbano. A planície da região somada à impermeabilidade do solo devido ao excesso de asfalto, calçadas e construções facilitam as inundações quando ocorrem as chuvaradas.


Alguns municípios da região são banhados pelas águas da Baía da Guanabara, sendo: Guapimirim, Magé, São Gonçalo, Niterói, Duque de Caxias, Itaboraí e a capital, onde encontramos o Porto do Rio de Janeiro. Também na Baía da Guanabara encontramos ilhas importantes como a do Governador, que é considerada a maior da cidade do Rio de Janeiro, Ilha Universitária e de Paquetá entre outras.


Alguns rios que tem nascente na Serra do Mar deságuam na Baía da Guanabara, entre eles o Iguaçu, Macacu, Sarapuí, Saracuruna e Suruí.


A Região das Baixadas Litorâneas comumente é conhecida como região dos Lagos, devido à presença de importantes e enormes lagoas como a de Araruama e a de Maricá.
A pesca é uma das atividades importantes na região principalmente em Arraial do Cabo, e em Cabo Frio ocorre uma das maiores produções de sal marinho do Brasil.


Uma das atividades desenvolvidas nessa região e que hoje ocorre em praticamente todo o estado é a Fruticultura. Os solos fluminenses são considerados pobres, tanto que a produção agropecuária do estado representa menos de 1% da economia. O governo do estado incentiva a produção de frutas através do “Projeto Frutificar”.


Nessa região como na maioria das regiões litorâneas predomina o relevo plano. O estado de forma geral possui duas regiões morfologicamente distintas, sendo: planícies litorâneas ou baixadas e os planaltos localizados principalmente ao oeste do estado.


A Região do Médio Vale do Paraíba do Sul é caracterizada pela presença de importantes cidades industriais como Volta Redonda onde está localizada a CSN-Companhia Siderúrgica Nacional e também a presença da indústria automobilística em Porto Real e Resende. Também em Resende encontramos a INB-Indústrias Nucleares Brasileiras, onde ocorre o enriquecimento de urânio. O Rio Paraíba do Sul, o maior rio presente no nosso estado e de maior importância, sofre com problemas de poluição devido aos dejetos industriais e esgotos domésticos lançados em suas águas. No estado a maioria dos rios tem sua foz ou deságuam no oceano atlântico, como acontece com o Paraíba do Sul que tem seu leito sentido Sudoeste para Nordeste. Os rios do estado são utilizados geralmente para a produção de energia, não sendo priorizada a navegação.


Um dos problemas graves dessa região e que praticamente ocorre em todo o estado é o desmatamento ou desflorestamento e a erosão, que é o desgaste natural do solo.
É nessa região que encontramos o ponto mais alto do estado, o Pico das Agulhas Negras com aproximadamente 2.787 metros de altitude, na Serra da Mantiqueira, entre os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. Também nesta região encontramos a Serra do Mar, que na verdade estende-se por quase todo o estado, desde a Região da Costa Verde até a Região Serrana, e que recebe nomes locais como Serra da Bocaina na Costa Verde, das Araras entre a região Metropolitana e o Médio Vale do Paraíba do Sul e dos Órgãos na região Serrana.


A Região da Costa Verde é considerada uma das mais bonitas do estado, possui relevo montanhoso e coberto pela Mata atlântica, o ecossistema de maior importância do estado. A região possui esse nome porque possui a maior cobertura vegetal do estado, e o litoral apresenta várias formas de recortes e muitas ilhas, entre elas a maior do estado a Ilha Grande, onde hoje é praticado o ecoturismo. É nesta região que estão localizadas as Usinas Nucleares de Angra I e Angra II, e onde está sendo construída Angra III.


Hoje o Porto de Itaguaí na Baía de Sepetiba é um dos mais representativos do estado, considerando também a importância do Porto de Angra dos Reis que também está nessa região.


Na Região Norte Fluminense encontra-se a maior produção de petróleo brasileiro, principalmente nas cidades de Macaé e Campos dos Goitacazes, o que faz com que o estado seja o maior produtor nacional de petróleo. A produção petrolífera possibilita a ocorrência de desastres ambientais ocasionando impactos ambientais na natureza, como foi o caso que ocorreu com a explosão e afundamento da plataforma P-36 da Petrobrás em 2001.


Nesta região também ocorre à produção de cana de açúcar, pecuária leiteira, fruticultura e predomínio de relevo plano. Entre os municípios de Quissamã e Campos dos Goitacazes encontra-se a Lagoa Feia, considerada uma das maiores do estado.


A Região Centro-Sul Fluminense que no passado foi uma importante produtora de café caracteriza-se pelo turismo histórico, produção de tomates e pecuária leiteira. A cidade de Três Rios recebe esse nome pelo encontro dos Rios Paraíba do Sul, Paraibúna e Piabanha.


A Região Serrana é caracterizada principalmente pela presença da Mata atlântica, inverno frio em relação ao restante do estado, turismo histórico, relevo acidentado, indústria têxtil e Cinturão Verde, que é onde ocorre a produção de hortifrutigranjeiros comercializados principalmente nas feiras na região metropolitana.


A Região Noroeste do estado é a menos populosa e a que atualmente produz menos riquezas, caracterizada principalmente por atividades ligadas ao setor primário da economia como a fruticultura e pecuária leiteira.


Para finalizar, o estado do Rio de Janeiro que hoje possui uma população aproximada de 16,2 milhões de habitantes tem a maioria da sua população empregada no setor terciário da economia, que envolve as atividades de comércio e serviços. Em relação ao clima o predominante no estado é o Clima Tropical, também algumas vezes denominado Tropical Atlântico pela influência do oceano, ou tropical úmido pela ocorrência de chuvas.


Nas regiões de planícies ou baixadas predomina o clima Tropical de Baixadas, com temperaturas mais elevadas e nos planaltos predomina o clima Tropical de Altitudes com temperaturas mais amenas. O estado também possui outros importantes rios além daqueles citados até agora, entre os quais podemos citar o Piraí, Guandu, Macaé, Grande e Muriaé.


Espero de alguma forma ter contribuído para o sucesso de todos no concurso da PMERJ 2014 e que todos devem procurar de alguma forma ajudar ao próximo, pois, compartilhando é que se aprende !
IMPORTANTE!

CapitalRio de Janeiro
População estimada 201316.369.179
População 201015.989.929
Área (km²)43.780,172
Densidade demográfica (hab/km²)365,23
Número de Municípios92
johnnypqd
johnnypqd
Aluno(a)

Mensagens : 75
Pontos : 2400
Data de inscrição : 15/01/2013
Idade : 29
Localização : Jacarepaguá

Minhas Notas
Português: 0
História: 0
Geografia: 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum